A 4ª Edição da Terça Literária aconteceu no dia 19 de junho de 2018, e foi apresentada pela acadêmica e presidente da Academia Palmense de Letras, ocupante da cadeira que pertenceu ao poeta José Gomes Sobrinho, de número 07. A historiadora Francisquinha Laranjeira, autora do projeto Terça Literária fez questão de divulgar a história política econômica e cultural do Tocantins, Goiás e Pará, especificamente da região banhada pelo Rio Araguaia. Apresentou a dramatização com o tema “Rio Araguaia: Âncora de Vidas, Esperança, Imaginário e História”.  Apresenta o Rio Araguaia como patrimônio de valor imensurável que pede socorro para continuar vivo. O rio que foi visto como uma via importante para o transporte, até se tornar fonte de lazer e entretenimento.
17
Mostra como se processou a hibridez cultural e como as identidades foram se construindo, com o desenvolvimento das políticas fundiárias, defesa e comercialização agrícola, ao longo do rio e de seus afluentes.
A dramatização foi feita de forma lúdica, baseada em suas pesquisas científicas: “Nas águas do Araguaia, a Navegação e a Hibridez Cultural”, e “Fronteiras e Conquistas pelo Araguaia no Século XIX”. Com a performance teatral Arte Sacra, a participação da professora Jocyléia Santana e de Paulo Sérgio Carvalho Júnior o  enredo mostra a multiplicidade, a diversidade e a complexidade que marcaram a evolução temporal do espaço rio, como via de navegação, trabalho e entretenimento, ressaltando o poder de provocar coesão social, além de fazer papel mediador entre estados. “O rio Araguaia foi apresentado como o caminho, a estrada fluída, o espaço social que provoca no imaginário humano, o desejo de conhecer seus mistérios” afirma a escritora. A dança do carimbó, a poesia e a música arraigadas de sentimentos de amor pelo Rio Araguaia, os vídeos documentários, as dramatizações apresentadas por 35 atores enriquecerem o cenário de beleza. A platéia aplaudiu bastante como expressão de aprovação.
 
 
18
Opinião do Diretor
 
O Projeto terça literária é uma grande vitrine para a integração das Letras com a arte cênica. Um projeto de formação de platéia para o Teatro e Literatura. Um desafio permanente de criação e valorização da literatura tocantinense.
A parceria da Academia Palmense de Letras e a Fundação Cultural de Palmas unem esforços para a provocação, reflexão e articulação da linguagem teatral e literária. https://surgiu.com.br/2018/06/16/terca-literaria-apresenta-o-sarau-rio-araguaia-ancora-de-vidas-esperanca-imaginario-e-historia/

Autor