Francisquinha Laranjeira Carvalho

Francisquinha Laranjeira Carvalho

Nasceu na cidade de Xambioá, Tocantins.  É mestre em História Cultural, Cultura e Poder, pela Universidade Católica de Goiás – PUC (2008). Especialista em Gestão da Conservação de Patrimônio Cultural e Ambiental. Formada em Historia pela Universidade do Tocantins – UNITINS. Pós graduada em História Regional do Tocantins, pela Universidade do Tocantins – UNITINS;

Especialista em Gestão da Conservação do Patrimônio Cultural da América Latina e em Gestão do Risco, pelo CEC, Centro de Estudos Internacional para a Conservação Integrada/Universidade Federal de Pernambuco – UFP em parceria com a UNESCO, ICROM E IPHAM. Especialista em Planejamento Urbano e Ambiental pela Universidade Federal do Tocantins – UFT.

A historiadora Carvalho é pesquisadora, cientista cultural e escritora. Dedicou-se à cultura tocantinense como professora, coordenadora e diretora de patrimônio histórico cultural.  Nas horas vagas dedica-se à arte da pintura em tela.

Publicou  Fronteiras e Conquistas pelo Araguaia – século XIX (2006); Nas Águas do Araguaia – a navegação e a hibridez cultural (2008); Taquaruçu (2010). Dentre vários artigos publicou na História Revista: RIO ARAGUAIA: O CAMINHO DOS SERTÕES 14 (2). Carvalho, F. L., & Cavalcante, M. do E. S. R. (2010). DOI: https://doi.org/10.5216/hr.v14i2.9518;  O artigo: A formação de cidades ribeirinhas no Araguaia a partir de presídios militares — século XIX foi publicado na Labor E Engenho11(2), 137-145. https://doi.org/10.20396/labore.v11i2.8649746 LHEMA – Laboratório de História e Estudos Multidisciplinares de Ambientes: As cidades e os rios brasileiros.

Francisquinha Laranjeira foi homenageada pela Editora da UCG, órgão da Pró- Reitoria de Pós Graduação e Pesquisa/2009 e recebeu reconhecimento, através do diploma de mérito editorial, da publicação da obra “Nas Águas do Araguaia – a navegação e a hibridez cultural”. Foi também reconhecida com o recebimento de Votos de aplausos da Assembleia Legislativa do Estado do Tocantins, na forma Regimental, pela publicação da referida obra.

Contribuiu com o LHEMA – Laboratório de História e Estudos Multidisciplinares de Ambientes: As cidades e os rios do Brasil. Como palestrante participou dos Seminários Itinerantes Franco-brasileiros – Rios e Cidades na História do Brasil.

Na cidade de Araguacema-TO, recebeu homenagem de reconhecimento pelas obras publicada.
Foi Diretora Municipal de Patrimônio Histórico e Cultural do município de Palmas – To. Elaborou e executou o projeto “Resgate da Roda de São Gonçalo – Taquaruçu” (2010) o qual foi ganhador do Prêmio de Expressões Culturais Afro-Brasileiras que foi contemplado, através de Edital do Minc/2010, Expressões Culturais Afro-Brasileiras, como também foi contemplada, através de edital do MinC, com o Projeto Arte de Bilros – Renda para a Renda Sustentável – Araguacema- TO (2010).

Recebeu o encarte de obliteração do Selo no Seminário Nacional, em homenagem aos 500 Anos da Reforma Protestante, realizado na UFTO – 2017

Está presidente da Academia Palmense de Letras – APL, Palmas-TO, ocupante da cadeira nº 07, que pertenceu ao poeta José Gomes Sobrinho e tem como patrono o poeta pernambucano Luis Jardim.

https://www.escavador.com/sobre/996344/francisquinha-laranjeira-carvalho

DOI: https://doi.org/10.5216/hr.v14i2.9518. 

https://www.revistas.ufg.br/historia/article/view/9518

https://books.google.com.br/books/about/Fronteiras_e_conquistas_pelo_Araguaia.html?id=9NktYAAACAAJ&redir_esc=y

https://www.estantevirtual.com.br/livros/francisquinha-laranjeira-carva/nas-aguas-do-araguaia-a-navegacao-e-a-hibridez-cultural/623457937

http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/2261

http://2017https://ww2.uft.edu.br/index.php/ultimas-noticias/20532-uft-sedia-lancamento-e-obliteracao-de-selo-comemorativo-da-reforma-protestante

Cadeira: 7

Posição: Atual

Ano de Posse:
2010-09-16

Ano de Falecimento:
Não Definido

Ano de Entrada:
2010-08-18

Ano de Eleição:
2010-08-18

Ano de Nascimento:
1959-12-06